Pergaminho n.º 2


1332.02.09, Estremoz
– A Infanta D. Branca de Castela confirma o foral, os bons usos e costumes de Ponte de Lima.

A. M. P. L., Pergaminho n.º 2

Este documento pressupõe o casamento da Infanta D. Branca de Castela com  o futuro  rei D. Pedro I, de Portugal, em 1328, o qual não se chegou a consumar por doença da noiva, tendo sido anulado em 1336. A confirmação dos foros de Ponte de Lima destinava-se a sossegar os munícipes, receosos de perder a sua autonomia, uma vez que a vila teria sido incluída nas “arras” com que a princesa foi presenteada por motivo do casamento.

De mim Ifante dona Branca filha do muito onrrado Ifante dom Pedro filho do mui nobre rei dom Sancho de Castela. A quantos esta carta virem faço saber que Eu querendo fazer graça e mercêe ao Concelho de Ponte de Limha Outorgolhi e confirmolhi seu foro e seus husos e boons custumes como en eles som  conteúdos e como os avyam outorgados e confirmados per ElRey meu padre. Por que mando e deffendo que nom seia nehuum ousado que lhis contra eles vaãn. Em testemunho desto lhis dei esta carta. Dante en Stremoz nove dias de feureiro. A Ifante o mandou per Gomes Lourenço seu chanceler. Gonçalo Mīz a fez. Era de mill e trezentos e sateenta anos. 
             Gomez Lourenço C

(Conserva uma parte do selo)